Polícia prende suspeito de assassinar radialista a golpes de facão

Homem de 22 anos foi preso perto do local do crime; testemunhas afirmam que ele e radialista passaram a noite bebendo juntos

Cb image default
Jovem foi preso pela PM acusado de matar radialista. Foto: (Hosana de Lourdes)

Foi preso o principal suspeito de assassinar o radialista Vladimir Lenin Rosa de 39 anos, conhecido como “Galvão', em Maracaju. O corpo foi encontrado na manhã desta quinta-feira (7) em área de invasão perto do campo de futebol da Vila Juquita.

Jovem de 22 anos, foi localizado pela Polícia Militar perto do local do crime após testemunhas revelarem que ele teria passado a noite bebendo com Vladimir.

O crime ocorreu em um dos barracos da área de invasão, onde o radialista vinha morando, segundo testemunhas. Ele e Marcelo teriam consumido bebida alcoólica no local. Uma garrafa de pinga foi encontrada no barraco.

De manhã, por motivos ainda desconhecidos, o acusado matou Vladimir a golpes de pá cavadeira e facão. As ferramentas usadas no crime foram encontradas no local. O radialista teve o rosto desfigurado pelos golpes. O corpo foi arrastado e deixado a 20 metros do barraco, coberto por uma lona.

A reportagem apurou que Vladimir estava afastado da profissão. Dependente de drogas e álcool, morava atualmente na área de invasão após perder tudo o que tinha por causa do vício. Vladimir era pai de três filhos, que moram com a ex-mulher dele.

Saiba mais >> Radialista é assassinado com golpes de facão em Maracaju

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.