Golpe do falso depósito na compra de gado deixa produtores no prejuízo em MS

Ao menos três pessoas foram vítimas nos últimos dias

Cb image default

Mais dois produtores rurais foram alvos de estelionatários durante a negociação de gado em Mato Grosso do Sul. As vítimas, um homem e uma idosa, ambos moradores na região do assentamento Estrela, em Jaraguari, tiveram prejuízo total de R$ 7,5 mil. O estelionatário usa o falso depósito para convencer as vítimas a entregar os animais.

O proprietário disse que no último dia 2 recebeu a ligação de uma pessoa interessada em uma vaca leiteira que havia sido anunciada em site de compras. Ele tinha à disposição uma vaca e uma bezerra e acertou a negociação com o desconhecido, pelo valor de R$ 2,5 mil. Na data combinada, o caminhão chegou para embarcar os animais.

Por telefone, o comprador alegou que estava fazendo a transferência e encaminhou o comprovante. “Ele disse que que tinha feito um TED (tipo de transferência bancária) e que levaria uns 30 minutos para o dinheiro cair na conta', disse a vítima. Os animais foram entregues, no entanto, o valor não foi compensado.

A vizinha deste produtor, foi enganada de forma semelhante e entregou duas vacas, ficando no prejuízo de R$ 5 mil. Os próprios produtores conseguiram localizar o motorista que fez os fretes. A partir de informações colhidas com eles, descobriram para os animais onde foram levados.

“A minha vaca e a bezerra ele disse que estava nas Moreninhas, em Campo Grande, mas não encontramos nada. As duas vacas da vizinha a gente conseguiu recuperar em Aquidauana, com um receptador', destacou. As vítimas registraram boletim de ocorrência e alertaram para a prática dos estelionatários. “Estão ligando agora, porque sabem que tá tudo mundo precisando de dinheiro'.

Mais prejuízo

Um fazendeiro de 50 anos procurou a delegacia na noite de quarta-feira (8), em Campo Grande, depois de perceber que havia caído em um golpe da falsa venda de gado. Ele perdeu cerca de R$ 123 mil.

A vítima contou que o filho teria avisado sobre a venda de cabeças de gado e que no anuncio havia o telefone de um corretor identificado com o nome de Gustavo, sendo que o fazendeiro entrou em contato para poder ver os animais e fazer a possível compra.

O homem foi até a propriedade rural para fazer a avaliação e avisou que fecharia o negócio recebendo as instruções para o pagamento das cabeças de gado, sendo que após fazer a transferência foi até a fazenda para fazer o embarque dos animais e descobriu que tinha caído em um golpe.

O dono de cabeças de gado de 54 anos também procurou a delegacia informando que havia caído em um golpe após anunciar seus animais em um site de vendas, sendo que cada cabeça estava sendo negociada a R$ 1.800, sendo que o mesmo homem ‘Gustavo’ teria entrado em contato com ele para fazer a negociação, e após ser informado os dados do fazendeiro, o corretor também desapareceu. Por Midiamax

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.