Portal Ivi Hoje 8 Anos Informação a um clique! 05:42

Ferramenta do Senar é capaz de aumentar produtividade da colmeia e ser termômetro na atividade apícola em MS

Cb image default

Uma planilha criada pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar (MS ) Serviço Nacional de Aprendizagem Rural tem ajudado apicultores de Mato Grosso do Sul no gerenciamento dos apiários. É possível verificar a evolução da atividade a partir de indicadores econômicos e de desempenho produtivo, que avaliam os manejos, alimentação, entre outros detalhes, e o melhor, estas informações podem ser abastecidas pelo próprio produtor. Esse é o tema da série Educação no Campo desta semana.

A ferramenta foi elaborada pela equipe de profissionais que atende o Senar/MS, composta por um grupo de zootecnista, veterinário, biólogo e um técnico em agropecuária. O formato foi pensado para tornar a apicultura mais competitiva e o diferencial é que ela permite o acompanhamento do desempenho da atividade e identifica as práticas eficazes em toda a safra e entre safra. Com o instrumento é possível saber o custo para produzir cada quilo de mel e o investimento necessário para a implantação de uma colmeia.

De acordo com o coordenador de ATeG em Apicultura, André Nunes, a ideia nasceu da necessidade de ter um sistema de gestão para a cadeia produtiva. “Normalmente o controle é feito a partir do resultado da colheita de mel, ou seja, um número absoluto, sem contabilizar o manejo praticado ou, por exemplo, se o custo de produção está acima do ideal. Podemos dizer que a ferramenta é um “termômetro da produção”, onde é possível verificar se o apicultor está ou não no caminho certo, acompanhar dia após dia, e até mesmo trabalhar com comparativos de meses e anos anteriores”.

“Na apicultura, o trabalho é predominantemente manual, exige força e ainda não temos muita automação na produção, como a entrada de máquinas para auxiliar a colheita, transporte de apiários e outros equipamentos. Podemos dizer que esta é uma característica específica da atividade, mas também um desafio. Ao mesmo tempo em que temos condições climáticas que favorecem o aumento da produtividade por colmeia, inclusive acima de outros países.” comenta.

Atualmente 60 produtores recebem a Assistência Técnica e Gerencial no estado. Para receber a consultoria, os interessados devem procurar pelo sindicato rural do seu município, que repassará as primeiras orientações. Os participantes recebem capacitação gerencial, intercâmbio tecnológico e visitas em propriedades modelos, reuniões, visitas técnicas gerenciais, planejamento de atividades, calendário, avaliação mensal, entre outros itens.

O Senar/MS também oferece cursos gratuitos de Formação Profissional Rural nesta cadeia produtiva como Apicultura Básica e Avançada; Criação e Manejo de Abelhas sem Ferrão; Produção de Lâminas de Cera Alveolada; além de Produção de Pólen, de Própolis e de Rainha.

Educação no Campo – Ficou interessado na consultoria oferecida pelo Senar/MS? Procure o sindicato rural do seu município ou acesse o site senarms.org.br. Você fica por dentro do mercado apícola em MS.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.