Polícia paraguaia prende chefe de facção catarinense na fronteira de MS

Guilherme Antonio Vieira, o “Xiru”, foi preso na madrugada de hoje em Capitán Bado; outros dois brasileiros também foram presos

Cb image default
Policiais paraguaios cercam os três brasileiros presos nesta manhã em Capitán Bado (Foto: Capitán Bado.com)

Três brasileiros foram presos na manhã desta quarta-feira (5) em Capitán Bado, cidade paraguaia vizinha de Coronel Sapucaia. Entre eles está o líder de uma das principais facções criminosas da região sul do país, o Primeiro Grupo Catarinense do Brasil.

Guilherme Antonio Vieira, o “Xiru”, foi localizado por agentes da Polícia Nacional do Paraguai em operação conduzida pela promotora de Justiça Denise Duarte, integrante da Unidade Especializada de Luta contra o Crime Organizado. Outros dois brasileiros também foram presos no local. Eles não tinham documentos e ainda não foram identificados.

Condenado por tráfico de drogas e de armas e organização criminosa, Xiru é fugitivo da cadeia no Rio Grande do Sul. Na casa, os policiais apreenderam um Volkswagen Polo com placa brasileira, possivelmente clonada, segundo a polícia.

Assim como Pedro Juan Caballero, a capital do departamento de Amambay, Capitán Bado é uma das principais bases do crime organizado na Linha Internacional. É estratégica para as quadrilhas brasileiras por ficar perto das áreas produtoras de maconha.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.