Portal Ivi Hoje #7Anos Informação a um clique! 22:39

Promessa de Mandetta de plano de carreira para médicos deixa categoria otimista

Governo federal pretende dar seguimento a PEC que estabelece Carreira de Médico do Estado

Cb image default

A presidente da AMMS (Associação Médica de Mato Grosso do Sul), Maria José Maldonado disse estar otimista para as mudanças que ela espera que ocorram na saúde nacional e que terá impacto no Estado. Para ela, o principal motivo de comemoração é o fato de o novo governo pretender implantar a Carreira de Médico de Estado (PEC 140/2015), que funcionará como um plano para a profissão.

De acordo com a proposta, além de promover a estabilidade do profissional, haverá piso salarial fixado por lei, garantia de recebimento e outras vantagens, o que vai permitir também o deslocamento de médicos a todos os municípios brasileiros.

“Hoje o país sofre muito com esse problema. A dificuldade de atrair médicos para pequenas comunidades. A carreira de Médico de Estado deverá resolver essa questão, ao proporcionar ao profissional segurança e estabilidade”, explica a médica.

Segundo Maldonado, a Proposta de Emenda Constitucional há muito tempo vem sendo defendida pelas associações médicas regionais, assim como pela própria AMB (Associação Médica Brasileira).

“A carreira de médico de Estado é uma reivindicação histórica da AMB e das demais entidades médicas. É considerada como fator primordial e estratégico de estímulo à migração e à fixação do médico em áreas de difícil provimento. Precisamos de condições de trabalho nas mais diversas localidades”, declara o presidente da AMB, Lincoln Ferreira.

O que também agradou a categoria foi que a atual gestão só permitirá a permanência de escolas médicas que realmente possam oferecer ensino de qualidade e a de médicos preparados para atender a população.

Para a presidente da AMMS, o fato do atual ministro da Saúde ser de Mato Grosso do Sul pode colaborar para um olhar mais atencioso do governo federal para o Estado. “Isso deverá ocorrer de maneira natural, pelo fato do dr. [Luiz Henrique] Mandetta conhecer muito bem a realidade da saúde de todo o Mato Grosso do Sul, inclusive as deficiências dos municípios mais distantes”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.