Polícia retoma escavações e encontra mais duas ossadas de mulheres

      Depois de vários dias com chuva, a Polícia Civil voltou hoje ao “cemitério” do Jardim Veraneio, no leste de Campo Grande, e encontrou mais duas ossadas enterradas no local por Luiz Alves Martins Filho, o “Nando”, de 49 anos.
      Os restos mortais, que podem ser de Jennifer Lima da Silva e Jennifer Larissa, serão levados para o Imol (Instituto Médico Odontológico Legal). Ainda não se sabe se as ossadas pertencem as duas meninas. A última escavação ocorreu há 13 dias, no dia 5 de dezembro.
      Nando, que acompanha a operação para encontrar os corpos, confessou ter matado 17 pessoas. Os crimes começaram em 2012, no Bairro Danúbio Azul. Até agora, dez ossadas já foram localizadas. 
      As mortes, segundo o criminoso, não eram planejadas e as vítimas tinham chance de se ‘redimir’, para que não fossem os próximos alvos. Mas, muitas acabavam praticando novos furtos no bairro, o que incomodava muito o serial killer.
      O delegado titular da Delegacia Especializada na Investigação de Homicídios, Márcio Shiro Obara, acompanha as escavações, que devem durar o dia inteiro. Nando e outros cinco comparsas estão presos, a disposição da Polícia Civil. No total, 17 foram indiciados pelos crimes de exploração sexual, tráfico de drogas, ocultação de cadáver, homicídio, associação criminosa e maus-tratos de animais. Na casa de Nando foram encontrados 70 galos de rinha. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.