Portal Ivi Hoje 8 Anos Informação a um clique! 07:07

Empregados em farmácias de MS terão reajuste salarial retroativo a julho de 2018

Cb image default
Representantes dos trabalhadores em farmácia comemoram o acordo. Imagem: (Divulgação)

Depois de 8 meses de luta, trabalhadores em farmácias e drogarias de Mato Grosso do Sul conquistaram um reajuste salarial de 4% retroativos a julho de 2018. Esse percentual representa um ganho real, acima da inflação, de 0,48%. O acordo, fechado pelo sindicato dos profissionais em farmácias e drogarias do estado do Mato Grosso do Sul – SINPRAFARMS, com a classe patronal é resultado de dissídio coletivo impetrado pela entidade depois de inúmeras tentativas de acordo.

No último dia 21, às 16h, após duas horas de debates no TRT/MS 24ª Região representantes de trabalhadores e empregadores de farmácias e drogarias do estado do MS, “finalmente chegamos a um acordo que consideramos uma vitória para os trabalhadores, já que conseguimos manter 98% das cláusulas anteriormente conquistadas”, ressalta Heitor Scarpellini Urunaga, presidente do SINPRAFARMS. Ele lembrou que a classe patronal, por conta da reforma trabalhista aprovada, queria retirar vários direitos conquistados pelos trabalhadores ao longo dos anos.

“Tivemos muitas dificuldades para fecharmos a nossa negociação esse ano devido as mudanças promovidas pela reforma trabalhista, consideramos um grande avanço para a categoria manter quase que todos os direitos conquistados nas antigas negociações juntamente com a conquista de 4% de reajuste salarial retroativos a julho de 2018 para toda categoria, esse percentual representa mesmo que tímido um ganho real para o trabalhador de pouco mais de 0,48% sobre a inflação do período”, explicou Heitor Scarpellini Urunaga.

De acordo com o presidente, os trabalhadores (as) já poderão contar com o pagamento desse reajuste nas folhas de janeiro e fevereiro de 2019, podendo ser pagos em duas parcelas dentro dos meses previamente pactuados, “Devido a extinção do Ministério do Trabalho e Emprego, pedimos ao tribunal que homologue a nossa negociação, porem só será possível fazê-lo em plenária marcada para o dia 7/2/2019”, informou o presidente o SINPRAFARMS.

A audiência de dissídio coletivo foi realizada nesta terça-feira, primeiro dia após o retorno de recesso do judiciário no TRT/MS da 24º região na sala de sessões do tribunal pleno, sob a presidência do desembargador Nicanor de Araújo Lima, representante do Ministério Público do Trabalho, procurador-chefe Leontino Ferreira de Lima Júnior, representantes dos trabalhadores Heitor Scarpellini Urunaga, presidente do SINPRAFARMS, Dr. Reinaldo Leão Magalhães, assessor jurídico do sindicato e os representantes dos empregadores Sr. Roberto Martins Rosa, Presidente do SIMPROFAR/MS, Dra. Rita Campos Filles, e Dr. José Lotf Corrêa ambos assessores jurídicos do SIMPROFAR/MS.

Nessa reunião eles colocaram um fim às negociações coletivas de trabalho para o período de 2018/2020, favorecendo mais de 10.000 trabalhadores (as) em todo estado com a manutenção de 98% das conquistas anteriores e o reajuste de 4% para toda a categoria, o presidente do SINPRAFARMS – Sindicato dos Oficiais Práticos e Funcionários de Farmácias e Drogarias do Estado do Mato Grosso do Sul, Sr. Heitor Scarpellini Urunaga, encerra as negociações que vinha se arrastando por mais de oito meses.

Para obter uma cópia da convenção coletiva de trabalho 2018/2020 basta o interessado acessar o site www.sinprafarms.com.br e solicitar via e-mail.

Todos os trabalhadores e contadores com o cadastro atualizado no SINPRAFARMS irão receber cópia do acordo via sistema, “essa é uma ferramenta que usamos muito para informar trabalhadores, empregadores e escritórios de contabilidade sobre as novidades do sindicato” informou o presidente Heitor Scarpellini.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.