Aluna de 10 anos foi estuprada várias vezes por professor

O professor que mentiu para os pais de uma aluna de dez anos para atacá-la em seu próprio carro havia abusado da garota outras vezes, de acordo com a acusação do caso na segunda-feira (24).

 

Anthony Criscuolo de 40 anos, disse aos pais de uma de suas alunas que ela teria vencido um concurso de redações e que ele teria que acompanhá-la à premiação. O professor então a levou a um estacionamento e a violentou.

 

Porém, a mãe da garota encontrou email de conversas entre a aluna e o professor, nos quais os diálogos apontam outras ocasiões em que Criscuolo estuprou a garota.

 

De acordo com as conversas, apresentadas ao júri na segunda-feira (24), os abusos teriam começado em abril. Veja a seguir trechos dos diálogos, a série de mentiras que o professor criou para enganar os pais e a aluna, os presentes e as armadilhas que ele planejou meses antes do ataque em que foi preso.

 

Em um dos diálogos com a garota, o professor disse que gostava dela. |Eu gosto de você. Estou fazendo isso porque gosto de você. Eu não quero que você se sinta desconfortável. Caso você se sinta, diga para eu parar|. Depois que o caso veio à tona na semana passada, quando a polícia descobriu que Criscuolo havia levado a garota a um estacionamento, em seu carro, as investigações se estenderam a outros alunos.

 

Em uma das conversas dos policiais com as crianças, as autoridades ouviram de uma delas que era estranha a forma com que a aluna e o professor tinham contato.

 

|O jeito que eles se tocavam...Eu sabia que havia algo de errado com ele|, disse um dos alunos, que teve a identidade preservada.

 

De acordo com as investigações, o primeiro estupro foi na escola, que fica em Fordham Heights, na cidade de Nova York.

 

Na semana passada, Criscuolo disse aos pais e a sua aluna que a garota teria recebido um prêmio por sua redação na escola.

 

O professor então a levaria ao evento. Ele escreveu uma nota falsa para os pais da vítima, em papel timbrado da escola, com o aviso de que a garota havia sido premiada.

 

Na semana passada, Anthony levou a garota a um estacionamento e abusou dela dentro de seu carro, um Dodge Charger, na foto acima. Segundo um dos tios da garota, o professor manipulou a situação de forma a manter a garota distraída com o assunto da premiação e não ficasse assustada.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.