Dúvidas sobre sexo: o que devo fazer com o pênis pequeno do meu namorado?

P: Oi,
Vou ser bem direta. Comecei a sair recentemente com um cara, depois de sair de um longo relacionamento. Esse cara é perfeito, ele é tudo que eu buscava em um relacionamento. Há algumas noites, as coisas começaram a esquentar, e acabamos no quarto dele. 
A tensão sexual entre nós era enorme. Eu nunca quis tanto ir até o fim com alguém. As coisas estavam indo bem rápido. Tão rápido que na verdade pulamos grande parte das preliminares e ele estava em cima de mim antes que eu pudesse notar. Sonhei muito com esse momento até que vi com o que estava lidando: um pênis extremamente pequeno.
Eu não tive muitos parceiros sexuais, mas parece que tive sorte no quesito tamanho até então. Essa situação é muito nova pra mim. Eu nunca tinha fingido um orgasmo antes assim na minha vida. Agora, estou morrendo de medo de ir para a cama com ele de novo. Como faço para lidar com o pequeno membro dele sem arruinar nossa vida sexual?
Atenciosamente,
Namorada Frustrada
Olá, Namorada Frustrada! Obrigado por enviar sua pergunta. Para ajudá-la, falamos com a especialista sexual Laura Berman, Ph.D., autora de Loving Sex, e com a pesquisadora sexual Debby Herbenick, Ph.D., autora de The Coregasm Workout. Veja o que elas tinham a dizer:
Apesar de todos os mitos e estereótipos, o tamanho do pênis não é o único caminho para a satisfação sexual.
Vamos tirar essa pedra do caminho primeiro: o tamanho do pênis não é tudo quando o assunto é sexo. Para algumas pessoas, pode não ter nenhuma importância. Isso se deve ao fato de nem todas as pessoas contarem com a penetração para a satisfação sexual, e, na verdade, a maioria das mulheres não tem orgasmos com a penetração sozinha, diz Berman.
Dito isso, é normal ser pega um pouco de surpresa se todos os seus outros parceiros sexuais anteriores eram parecidos, anatomicamente falando, e esse parceiro era menor do que a média. E se você está acostumada a estar com um cara bem-dotado, essa pode ser apenas sua preferência sexual --- e não há nada de errado com isso também. Um estudo no Journal of Sexual Medicine descobriu que mulheres que têm mais orgasmos vaginais (em vez dos clitorianos) na verdade preferem pênis maiores, provavelmente porque gostam mais da penetração.
Então, é isso: você não precisa de um pênis maior para ter todos os orgasmos, mas é uma preferência sexual, como todas as outras coisas. Felizmente, parece que o tamanho dele não é um destruidor de lares e você quer ser a mais delicada possível enquanto garante que vocês dois tenham uma vida sexual ótima e satisfatória, o que é incrível, a propósito.
Primeiro, vamos falar de quão pequeno o pênis é, de verdade.
Não está totalmente claro a partir de sua pergunta o que você quer dizer com |extremamente pequeno.|. Pode ser um micropênis, que seria um com menos de 5,2 cm flácido e 8,5 cm ereto (de acordo com um estudo recente, que definiu o micropênis como menos de 6,35 de desvios padrão do meio). Se esse for o caso, o sexo com penetração pode se difícil, mas isso não significa que você terá uma vida sexual ruim.
|Existem muitas maneiras prazerosas e orgásmicas de fazer sexo sem a necessidade de um pênis, muito menos um de um tamanho específico,| diz Herbenick. Você pode precisar contar mais com a estimulação oral ou manual ou trazer um brinquedo sexual se os dois estiverem confortáveis com a ideia. Pode ser que você queira ler essas histórias de mulheres que fizeram sexo com um micropênis --- a maioria delas descobriu que podia ter sexo incrível de outras formas e não foi um problema tão grande.
Ou esse cara pode ser apenas um pouco menor do que a média, o que pode ser o caso se você só teve relações com parceiros bem-dotados no passado. Para referência, a média de um pênis ereto é de 12,7 cm, de acordo com pesquisas recentes, e a maioria deles estão entre 2,5 e 5 cm de diferença, apenas, diz Herbenick. Se esse for o caso, certas posições e técnicas podem tornar o sexo com penetração muito melhor para vocês dois. Veja algumas dicas que podem ajudar:
Dica n° 1: Tenha em mente que sua ereção pode não ter alcançado seu potencial todo ainda.
Isso é algo a se lembrar todas as vezes que você fizer sexo com alguém novo: Nervoso, ansiedade e pressão podem afetar a ereção de um cara, e pode ser que ele não tenha alcançado o máximo de ereção que pode, diz Herbenick. Isso é, na verdade, totalmente normal --- mesmo para homens mais jovens --- especialmente se não houve preliminares suficientes.
É possível que conforme vocês fiquem mais confortáveis um com o outro e façam sexo mais algumas vezes, você descubra que suas ereções são mais fortes e mais longas. |Nossa pesquisa mostra que os homens tentem a ter ereções mais fortes e mais fáceis quando estão em um relacionamento,| diz Herbenick. E isso é algo que ela já ouviu de muitas mulheres. A explicação é que existem muitos fatores que podem influenciar a habilidade de um homem de alcançar a ereção completa, e esses fatores podem mudar ao longo do tempo. |O pênis de um homem adulto não muda de assunto. Mas há chances de você ver alguma mudança se continuar fazendo sexo com ele.|
Dica n° 2: Reduzir a lubrificação pode ajudá-la a ter mais sensações.
Se você estiver muito molhada, pode não sentir tanto com um pênis abaixo da média, diz Herbenick. Então, deixe o lubrificante de lado com esse parceiro. Se estiver ficando molhada sozinha, Herbenick sugere que você limpe rapidamente sua genital com uma toalha/lençol/mão antes da penetração para que você sinta mais.
Dica n° 3: Apertar seus músculos do assoalho pélvico podem ajudar a penetração a ser mais incrível.
Esses são os músculos que podem parar o seu jato de urina, e eles também podem fazer o sexo ser mais gostoso, diz Berman. Ao apertá-los durante a penetração (não o tempo todo, mas sempre que puder --- tipicamente em sincronia com os impulsos de seu parceiro), tudo pode ficar mais ~aconchegante~ e, assim, aumentar as sensações para vocês dois.
Dica n° 4: Experimente posições que permitam mais fricção e estimulação clitoriana.
Com um pênis menor, vocês podem estar limitados em termos de posições que são boas para os dois. É difícil dar sugestões específicas sem saber das preferências e anatomias sua e de seu parceiro, mas simplesmente explore para saber o que funcione. Você por cima permite um pouco mais de fricção e contato clitoriano, diz Berman, embora posições como a conchinha ou de quatro possam ser mais difíceis de conseguir o efeito.
Você também pode decidir que a estimulação oral ou manual é o melhor caminho, e que o sexo comum não é sua preferência. Incorporar mais preliminares e mais atos sexuais pode ser uma boa maneira de explorar o que funciona enquanto ainda estão se conhecendo e conhecendo seus corpos.
Mais uma coisa! Comunicação e honestidade são cruciais --- mas não ofenda o pênis.
Se quer ter um sexo melhor com esse cara (e, de verdade, com qualquer parceiro), você precisa ser aberta e honesta sobre o que é bom. Isso significa que não vai mais fingir orgasmos e que vai falar mais sobre o que quer no sexo.
Mas... não diga que o problema é o tamanho do pênis. Em vez disso, seja honesta se quiser certas posições, mais estimulações orais ou manuais, brinquedos sexuais, qualquer coisa, diz Berman. Mesmo se acabar sendo um problema de incompatibilidade sexual, não culpe o tamanho. Essa já é uma questão extremamente delicada para a maioria dos homens, graças aos padrões culturais e expectativas corporais irreais --- algo com o qual qualquer um pode se relacionar de uma forma ou de outra. Mas, como mencionamos, o tamanho do pênis não importa para todo mundo, então mesmo se ele não for do tamanho certo para você, isso não significa que não seria do tamanho perfeito para outra pessoa. Não há razão para dar criar um complexo desnecessário nesse cara.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.