China testa pela primeira vez a Superedição de genes em câncer de pulmão

O sistema de edição de DNA denominado CRISPR está sendo testado por uma equipe de oncólogos, liderados por Lu You, da Universidade de Sichuan, na província de Chengdu. Em 28 de outubro, um paciente com câncer de pulmão foi injetado com células modificadas. Os primeiros resultados serão conhecidos em seis meses.
Os oncólogos estão certos do sucesso da técnica, a duvida que resta é se as células modificadas atacarão apenas as cancerosas ou se alcançarão as sadias.
Em março de 2017, uma equipe da Universidade de Pequim planeja teste similar, usando a técnica CRISPR, em pessoas com câncer de próstata, rins e bexiga.
Nos Estados Unidos, também foi dada a luz verde para os testes em humanos com câncer usando a CRISPR. A comunidade científica mundial aguarda em suspense os resultados de Sichuan, bem como espera que a China trave uma disputa ferrenha com os Estados Unidos pelo desenvolvimento da CRISPR em humanos doentes. Os jornais europeus e norte-americanos tratam essa disputa como |uma nova corrida espacial|, onde a China conseguiu lançar o primeiro Sputnik. Que façam uma bela corrida, para o bem da humanidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.