Corinthians contratará Luan com auxílio de patrocinador, que arcará com valor total da negociação

Cb image default
Clube paulista pretende recorrer a um investidor para contratar o atacante gremista

O Corinthians já tem uma estratégia para aumentar a proposta ao Grêmio para contratar o meia-atacante Luan. A ideia dos dirigentes corintianos é que o patrocinador master, o Banco BMG, ajude o clube financeiramente a oferecer valores mais altos ao Tricolor. A iniciativa seria importante para a negociação, pois a direção gremista não abre mão de receber uma quantia elevada pelo jogador. Cinco jogadores do Grêmio que podem ser envolvidos em trocas

A Fifa proíbe que investidores adquiram um percentual dos direitos econômicos de qualquer atleta. Porém, isso não seria um impeditivo para a parceria. Segundo os jornalistas Rodrigo Vessoni e Tomás Rosolino, do site Meu Timão, uma das ideias cogitadas pelo clube paulista é que o BMG faça um empréstimo ao Corinthians para a contratação de Luan, sendo ressarcido no futuro.

Esta ideia não seria uma novidade. O Corinthians já adquiriu recentemente outros reforços com o auxílio da instituição financeira. O presidente corintiano, Andrés Sanchez, tem ótima relação com o presidente do BMG, Ricardo Guimarães, e o representante do banco em negociações esportivas, o empresário Giuliano Bertolucci, costuma fazer diversos negócios com o clube paulista.

A necessidade do aporte financeiro de um investidor passou a ser necessário diante da negativa veemente do Grêmio em negociar Luan nos termos oferecidos pelo Corinthians. O clube paulista fez uma proposta que incluía uma quantia em dinheiro e mais a cessão de um jogador. Porém, os atletas colocados à disposição pelos dirigentes corintianos não agradaram à direção gremista. Já os nomes solicitados pelo clube gaúcho, por sua vez, são considerados inegociáveis pelos paulistas.

Nessas condições, o Grêmio não abre mão de receber um bom ressarcimento financeiro para liberar Luan, que tem apenas mais um ano de contrato com o clube. Como o Corinthians não tem condições financeiras de pagar a quantia que a direção gremista quer, o apoio do BMG pode ser a peça que faltava para a negociação ser concluída.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.