CENA corre contra o tempo para disputar Série B

Com o fim das inscrições à Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol cada vez mais próximo, 15 de agosto, times de diversas cidades do estado correm contra o tempo para se garantirem na disputa. Entre eles está o Clube Esportivo Nova Andradina (CENA), que se mobiliza para a competição. 
 
Até o momento, apenas o Operário, de Dourados, conseguiu entregar à Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) toda a documentação exigida. Esse, inclusive, tem sido um dos principais fatores para que os times desistam de participar do campeonato. 
 
Uma dificuldade comum tem sido a liberação dos estádios. Entre os times que ainda buscam uma vaga, Nova Andradina, Maracaju e Três Lagoas ainda não tiveram seus laudos aprovados e emitidos para permitir a entrega na FFMS. A indicação do estádio, com a liberação dos órgãos responsáveis, é requisito para inscrição na Série B.
 
Além do CENA, Maracaju e Misto buscam a regularização para “dar liga” à competição que, até o momento, só possui uma equipe. Caso os times não consigam os laudos a tempo, o Operário subirá automaticamente à Série A, sem ter disputado um jogo se quer. 
 
O CENA iniciou recentemente um plano de sócio torcedor e firmou parcerias com empresas locais para levantar fundos que viabilizem a participação. Já o Misto, reformulado após o rebaixamento em 2016, depende apenas da quitação anual com a Federação e Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para confirmar participação.
 
Além dos times, outros como Cassilandense e Itaporã esboçaram vontade de disputar a competição, porém sem qualquer confirmação ou projeto concreto. O time da Grande Dourados, campeão em 2015, esbarra na punição imposta pela FFMS no ano seguinte devido à desistência na Série A. Com Capital News

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.