Acabou o tabu! Palmeiras atropela, elimina São Paulo e avança na Libertadores

Verdão supera rival pela primeira vez na competição sul-americana (com Dudu de volta!) e se garante nas semifinais, para enfrentar vencedor de Atlético-MG x River Plate

Cb image default
Acabou o tabu! Palmeiras atropela, elimina São Paulo e avança na Libertadores

O torcedor do Palmeiras que sofreu nas mãos (e pés) do São Paulo em três mata-matas de Libertadores pode, enfim, encontrar alívio. Nesta terça-feira, 17 de agosto de 2021, teve vitória alviverde histórica: um 3 a 0 incontestável, que valeu classificação inédita em cima do rival, vaga nas semifinais da competição sul-americana e a primeira vitória de Abel Ferreira em cima de Hernán Crespo, num duelo de técnicos estrangeiros que ajudaram suas equipes a chegarem longe. Raphael Veiga, Dudu e Patrick de Paula fizeram os gols do jogo e classificaram o Verdão após o 1 a 1 no jogo de ida, no Morumbi. Os fantasmas de 1994, 2005 e 2006 são coisa do passado. E o Verdão fica a três jogos do seu terceiro título continental.

Como fica?

O Palmeiras agora espera o vencedor do confronto entre River Plate e Atlético-MG para conhecer o adversário das semifinais, que serão disputadas nas semanas de 22 e 29 de setembro. O Galo venceu o jogo de ida das quartas por 1 a 0, na Argentina, e recebe o River nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão.

Tabus quebrados

O Palmeiras jamais havia vencido o São Paulo na Libertadores – eram nove jogos até a noite desta terça. Além disso, foi sempre eliminado quando os clubes se cruzaram, nas oitavas de final em 1994, 2005 e 2006. Agora nas quartas, o Verdão fez valer seu status de atual campeão da Libertadores e fez o resultado de que precisava em casa. Foi também a primeira vitória de Abel Ferreira sobre Hernán Crespo: eram duas derrotas e três empates até este jogo. E ainda a primeira vitória palmeirense no Choque-Rei desde outubro de 2019.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.