Ivinhema vence Corumbaense por 2x1 e chega na liderança

Fonte: Diário Online Marcelo Fernandes

O Corumbaense perdeu para o Ivinhema pelo placar de 2 a 1 na tarde deste sábado, 09 de março, no estádio Arthur Marinho, em Corumbá. O resultado foi extremamente negativo para o Carijó da Avenida. O time tem mais dois jogos pela primeira fase do Estadual e segue na lanterna. Está cinco pontos atrás de URSO e Águia Negra - são as primeiras equipes fora da zona de rebaixamento no grupo B -, que se enfrentam na tarde de domingo, dia 10, na Toca do Urso, em Mundo Novo.

A partida foi bastante nervosa e tumultuada. O árbitro Thiago Alencar Gonzaga distribuiu 10 cartões amarelos e 2 vermelhos durante os noventa minutos de jogo, alguns deles questionáveis. Após a expulsão do meia Victor, levou o segundo cartão amarelo, o técnico Chaveirinho, do alvinegro pantaneiro, chegou a entrar em campo para contestar a punição. Ele reclamou com Thiago Gonzaga; seguiu depois para a área técnica e continuou orientando a equipe. Gustavo, volante do Ivinhema, foi expulso na sequência por uma entrada forte em Elivélton.

|Foi um jogo brigado, disputado, com os nervos à flor da pele. A gente vem numa luta para conseguir a vitória, mas as coisas não estão acontecendo. Os jogadores se empenharam e vamos lutar que ainda dá|, disse o técnico Chaveirinho afirmando que existe chance matemática de escapar do rebaixamento. O goleiro Alex foi um dos poucos que deixaram o campo aplaudidos pela torcida. Ele disse ao Diário que vai seguir lutando para evitar que o clube caia para a segunda divisão. |Tivemos quatro jogos em casa e perdemos. A situação é difícil, mas vamos seguir lutando|, afirmou.

O Corumbaense segurou o zero a zero até os 10 minutos do segundo tempo, quando o árbitro Thiago Gonzaga marcou pênalti ao alegar que Victor colocou a mão na bola após bate-rebate na área do Carijó. Rodrigo chutou alto sem chance para o goleiro Alex e abriu o marcador. O alvinegro pantaneiro empatou aos 35 minutos com Murillo. O atacante aproveitou rebote do goleiro Élton, após cobrança de falta de Elivélton. Num contra-ataque, Tatico marcou o segundo do líder Ivinhema faltando três minutos para o fim do jogo e deu números finais ao placar.

Hipótese matemática

A derrota deste sábado deixou a Série B muito próxima do alvinegro pantaneiro. Matematicamente há uma pequena chance de escapar da degola, mas aí vai depender de uma grande combinação de resultados. No jogo entre URSO e Águia Negra, o melhor resultado para o Corumbaense é que haja um vencedor. Assim, o time que ganhar pulará para 14 pontos e o derrotado manterá os atuais 11 pontos e a vantagem de cinco pontos sobre o Carijó.

A hipótese para não cair é vencer os dois últimos jogos que restam, contra o Sete de Setembro, em Dourados, e Águia Negra, em Rio Brilhante, somando assim 12 pontos ao término da fase classificatória. Feito isso é torcer para que o derrotado da partida entre URSO e Ivinhema perca os dois últimos compromissos, permanecendo com 11 pontos. Empate entre os dois no jogo da tarde de domingo praticamente selaria o rebaixamento do Corumbaense. A diferença deles para o Carijó subiria para 6 pontos, exatamente o total de pontuação ainda em disputa.

Em nove jogos pelo Estadual, o Corumbaense tem retrospecto de 6 derrotas; 3 empates e 1 vitória. Dos 30 pontos disputados, o alvinegro pantaneiro conquistou apenas 6, o que dá aproveitamento de 20%. As equipes que ficarem na última colocação, em cada grupo ao término da fase classificatória, serão rebaixadas para a Série B em 2014.

Corumbaense: Alex, Fábio Santos, Sullivan, Thales, Bispo, Chiquinho, Cristhian (Murillo), Robson, André (Neto), Douglas (Victor) e Elivelton Técnico: Nélson Barros, |Chaveirinho|

Ivinhema: Elton, Wesley Santana, Rodrigo, Alex Bacci (Irisi), Gustavo, Guto, Alex Cruz (Felipe Santos), Mutuca, Tibiu, Ferreira (Capixaba) e Tatico. Técnico: Douglas Ricardo

Gols Corumbaense: Murillo Ivinhema: Rodrigo, Tatico

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.