Homem é condenado a 9 anos de prisão em MS pela morte da esposa após agressões no dia de Natal

Casal estava com familiares em um rio quando a vítima não quis ir embora com o marido, que então a agrediu

Cb image default
Acusado foi preso pela Polícia Civil quando tentava fugir de Sete Quedas. Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 29 anos foi condenado pela Justiça de Mato Grosso do Sul a 9 anos e 4 meses de prisão em regime fechado por ter matado a esposa. A mulher, de 39 anos, morreu em janeiro deste ano, e a sentença do crime, foi publicada na edição de terça-feira (23), do Diário Oficial da Justiça.

O casal estava junto havia quatro meses e morava em uma fazenda de Sete Quedas, no sul do estado. No dia 25 de dezembro de 2021, marido e mulher estavam com familiares em um rio da propriedade, ingerindo bebidas alcoólicas e em um determinado momento, ele pediu para irem embora.

A mulher se recusou a sair do local e acabou agredida pelo marido, sendo internada em estado grave no hospital da cidade e depois transferida para Ponta Porã. Ela se recuperou e, no dia 6 de janeiro, foi até a Polícia Civil e contou das agressões.

Com o passar dos dias, as dores da mulher se intensificaram, ela pediu ao companheiro que a levasse para o hospital, porém, ele negou. Diante disso, uma amiga conseguiu um táxi que a encaminhou da fazenda para o hospital da cidade. Ela recebeu atendimento, mas, não resistiu e morreu.

O agressor acabou preso após a Polícia Civil ser informada de que ele se preparava para fugir da cidade. No último dia 16, a Justiça o sentenciou à prisão em regime fechado pelo crime.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.