EUA: 19 bombeiros morrem em combate a incêndio florestal

Pelo menos 19 bombeiros morreram neste domingo durante operação de combate contra incêndios florestais no Arizona, nos Estados Unidos, de acordo com as autoridades. Art Morrison, porta-voz do serviço de florestas do Estado, afirmou que os bombeiros foram atingidos pelas chamas durante a tarde, perto da cidade de Yarnell, segundo informações da agência AP.Morrison disse que o fogo se espalhou rapidamente, e acabou passando pela área de atuação dos bombeiros, pertencentes a um grupo de elite. Eles ficaram presos pelo incêndio, e foram obrigados a utilizar seus abrigos contra incêndio -- uma espécie de tenda para proteger os profissionais da chama e do calor, o que não foi suficiente para evitar as mortes.Trata-se da pior tragédia florestal registrada em 30 anos nos Estados Unidos.  Além disso, é o maior número de mortes de bombeiros em um incidente desde o atentado terrorista de 11 de setembro de 2001, em Nova York.Cerca de 200 bombeiros estão trabalhando para conter os incêndios florestais. Mike Reichling, da Divisão Florestal do Arizona, disse ao jornal The Arizona Republic que o Estado deve pedir ajuda federal para combater as chamas.Os bombeiros morreram em uma área conhecida como Yarnell Hill. O incêndio provocou, além disso, a evacuação de moradores da pequena cidade de Yarnell, situada a cerca de 130 quilômetros ao noroeste de Phoenix.Pelo menos 200 das 500 casas dessa cidade ficaram danificadas pelo incêndio, que arrasou 800 hectares de floresta, segundo Mike Reichling.|Este é o dia mais triste que posso recordar|, disse a governadora Jan Brewer. |Os bombeiros estavam lutando contra o incêndio de Yarnell, perto de Prescott, onde o fogo, que avançava a toda velocidade, atingiu o local onde estavam|, completou.|Podem passar dias, ou mais, antes que uma investigação revele como esta tragédia aconteceu, mas sabemos o essencial em nossos corações: combater o fogo é um trabalho perigoso. O risco é bem conhecido por estes corajosos homens e mulheres que combatem as chamas|, afirmou Brewer.Com informações da agência EFE

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.