Portal Ivi Hoje 8 Anos Informação a um clique! 11:43

Em Paranaíba, policial ambiental mata esposa e suposto amante após receber ''prints''

Ele teria recebido prints de conversas que indicariam traição, o que não foi confirmado; mulher morreu na frente do filho do casal

Cb image default
Local onde Fernando foi assassinado / Imagens: JP News

Na noite de sábado (5), em Paranaíba, foi registrado um duplo homicídio supostamente motivado por ciúmes e traição. O policial militar ambiental Lúcio Roberto Cabral, assassinou a tiros a esposa Regienni Araújo, de 32 anos, e o suposto amante, o corretor de imóveis, Fernando Henrique Freitas, após descobrir o relacionamento extraconjugal da companheira.

Segundo as primeiras informações, Lúcio teria recebido em seu aparelho celular ‘prints’ de mensagens trocadas entre a esposa e o corretor de imóveis que comprovariam a traição. O policial teria vasculhado o celular da esposa e, ao não encontrar vestígios das mensagens, teria partido à procura do corretor de imóveis, o encontrando na residência de sua sogra, próximo ao Centro de Eventos Carnaíba, na avenida Major Francisco Faustino dias. Fernando também era casado. O policial teria disparado um tiro no peito de Fernando que, tentando fugir, foi alvejado também nas costas.

Conforme o “JP News”, transtornado Lúcio teria retornado para a residência dos pais, onde a esposa estava, e atirado contra ela no sofá da sala, na frente do filho.

Após o crime, o policial fugiu deixando a arma na casa dos pais dele. O crime aconteceu por volta das 20h15.

Foram acionadas as polícias civil e militar, bem como a Perícia Criminal.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.