Corinthians vai jogar com portões fechados na Libertadores

O Corinthians disputará suas partidas da Taça Libertadores sem o apoio da torcida em consequência da morte de um jovem boliviano de 14 anos que foi atingido por um sinalizador disparado por um membro da torcida do time paulista durante a partida de quarta-feira contra o San José, informou a Conmebol.A medida é cautelar. Significa que vai ficar valendo até que se tome uma decisão final, o que deve ocorrer, segundo a entidade, em até 60 dias.|As partidas do Corinthians como mandante serão disputadas de portões fechados. Nos jogos que o clube disputará como visitante, seus torcedores não terão acesso a ingressos|, disse nesta quinta-feira o porta-voz da Conmebol, Nestor Benítez.Trata-se da primeira medida tomada pela entidade desde a morte do jovem Kevin Beltrán, que foi atingido no olho por um sinalizador disparado desde o setor reservado para a torcida do Corinthians.O clube já vendeu 82.500 ingressos para os três jogos da fase de grupos que fará em casa em 2013 --o primeiro é na quarta, ante o Millonarios. A equipe ainda não se pronunciou, mas deixou claro que tem condições de ressarcir todos os torcedores que compraram ingressos. Até as 23h desta quinta-feira, o Corinthians disse que ainda não havia sido comunicado oficialmente, mas na nota já é sabido que o clube terá três dias de prazo para apresentar a defesa.O drama ocorreu pouco depois do gol do Corinthians, marcado aos 5 minutos de jogo pelo peruano Paolo Guerrero, durante a partida que terminou empatada em 1 a 1.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.