‘Aqui é PCC’: dona de lanchonete presa com cocaína tenta incriminar PM pela droga

Ela disse que foi orientada pela facção

Cb image default

No fim da tarde de sábado (9), mulher de 41 anos foi presa com drogas em uma lanchonete na Nhanhá, em Campo Grande. Ela chegou a esconder parte das porções da droga no padrão de luz e ainda tentou incriminar os policiais, dizendo que eles tinham ‘plantado’ a droga no local.

Segundo o registro, equipe da Polícia Militar fazia patrulhamento pela região da Nhanhá quando se aproximou do estabelecimento e notou que a mulher demonstrou bastante nervosismo, escondendo algo no relógio medidor de luz. Ela foi abordada e quebrou o celular neste momento.

Quando os policiais disseram para a suspeita colocar as mãos para cima, teria começado a xingar e ameaçar “Vocês não mandam em mim, aqui é PCC, sou comando, seus porcos', “O comando vai mandar um salve, vou colocar o nome de todos vocês', disse ameaçando os militares de morte.

Ela acabou algemada e, no local onde ela disse que vendia salgados, foi encontrada a droga. Parte das porções de cocaína estavam em uma bandeja, embaixo dos guardanapos, e o restante no padrão de luz. Ao todo foram apreendidas 29 porções de cocaína e a mulher ainda tentou incriminar os policiais, dizendo que eles tinham ‘plantado’ a droga ali.

Depois, ela confessou que foi orientada pela facção a incriminar os policiais. Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas, ameaça, resistência e desacato e encaminhada à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário. Por Midiamax

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.