Saúde prevê escolas fechadas e isolamento de idosos em abril; Bolsonaro quer comércio aberto

Tema foi discutido entre presidente e ministros em reunião neste sábado

Cb image default
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. (Agência Brasil)

O Ministério da Saúde apresentou um plano para estender a quarentena em escolas e Universidades entre abril e março, e recomendar o isolamento de idosos no período. A proposta foi elabora por uma equipe técnica do governo e foi apresentada enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reunia com ministros para tratar de medidas a serem adotadas no combate ao coronavírus. As informações são da Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, a proposta da Saúde foi distribuída a todos os Estados e sugere o isolamento de idosos de todas as atividades sociais por três meses, além de restringir a realização de eventos de entretenimento e lazer durante o período e incentivar o home office. Para bares e restaurantes a recomendação é reduzir a capacidade instalada em 50%. O plano deve ser anunciado até 6 de abril. Nenhuma decisão política foi tomada.

Durante a reunião de Bolsonaro com vários ministros – incluindo Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Sérgio Moro (Justiça) e Fernando Azevedo (Defesa) -, o presidente teria afirmado que quer a liberação do comércio em todo o país. A campanha de Bolsonaro de que o “Brasil não pode parar”, foi suspensa pela Justiça do Rio na manhã deste sábado.

Além disso, a Justiça suspendeu os efeitos da medida que Bolsonaro havia apresentado defendendo como serviço público essencial atividades religiosas e serviços de casas lotéricas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.