Noivos, padrinhos e convidados são presos durante casamento que quebrou quarentena no Paraguai

Paraguai, vizinho de MS, tem melhor resultado entre países da América do Sul contra pandemia de coronavírus

Cb image default

A polícia paraguaia suspendeu no dia 03 - primeiro domingo deste mês de maio - uma solenidade de casamento em Luque, cidade do interior. Acionados por meio de uma denúncia anônima, os agentes chegaram ao local no momento em que o celebrante fez a pergunta: “Si hay alguien que se oponga a esta boda, que hable ahora o calle para siempre?”.

Após um breve silêncio como acontece em praticamente todas as cerimoniais, os policiais é que teriam respondido: “nosotros”, ou nós, em castelhano. Comandados pela agente Myriam Rodríguez, eles deram voz de prisão aos noivos, padrinhos e até convidados.

Segundo informações da imprensa local, 14 foram presos em flagrante na festa de casamento, acusados de violação da quarentena sanitária contra o coronavírus. Todos foram colocados à disposição do Tribunal de Garantia e aguardaram a decisão da justiça paraguaia.

A noiva e o noivo exibiram uma autorização do Oficial de Justiça da área, para a qual o agente fiscal anunciou que ele será chamado para testemunhar. Além disso, será solicitado à Diretoria Geral do Registro Civil um relatório oficial sobre os poderes e autorizações feitos durante a quarentena da saúde, a fim de esclarecer a emissão da referida autorização. Via Midiamax

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.