Caixa e INSS suspendem prova de vida de aposentados por 120 dias

Objetivo é prevenir o avanço do coronavírus e a ida de grupos de risco às agências

Cb image default
Medida vale para benefícios com vencimento entre março e abril.

Aposentados e pensionistas do INSS já estão liberados da obrigação de fazer a prova de vida por 120 dias. A medida adotada pelo INSS abrange os beneficiários que precisariam realizar o procedimento entre março e junho deste ano.

O objetivo dessa medida é diminuir o número de atendimentos, tanto nas agências bancárias como no INSS, e prevenir o avanço do coronavírus.

No caso de benefícios bloqueados pelo INSS com data anterior a março, será necessária a realização dos procedimentos de prova de vida para desbloqueio das parcelas. Outras informações podem ser verificadas na Central 135 — atendimento do INSS.

A prova de vida é uma exigência do INSS, regulamentada pelas resoluções INSS nº 141, de 2/3/2011, e nº 677, de 21/3/2019.

O objetivo desse procedimento é dar mais segurança ao cidadão, evitando fraudes e pagamento de benefícios indevidos. A consequência para quem não faz o procedimento de prova de vida é o bloqueio de seu benefício até que realize a comprovação de que está vivo.

Os beneficiários que não podem comparecer às agências bancárias por motivo de doença, dificuldade de locomoção ou idosos acima de 80 anos podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS ou agendar pelo 135 para que um representante do INSS compareça à sua residência para realização do procedimento.

A indicação da necessidade de realização da prova de vida é feita por meio de mensagens nos terminais de autoatendimento, lotéricas, Caixa Aqui, Internet Banking Caixa e no momento em que fazem transações por meio do sistema das agências bancárias.

Saques utilizando a biometria e os realizados sem cartão no guichê do caixa nas agências bancárias também são considerados prova de vida, tendo em vista que há necessidade do comparecimento presencial do beneficiário e sua identificação por meio do cadastro biométrico e identificação documental.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.