Portal Ivi Hoje #7Anos Informação a um clique! 23:55

Real Madrid bate Kashima e vai à final do Mundial pelo terceiro ano seguido

O dia foi de Gareth Bale. Na semifinal do Mundial de Clubes, o Real Madrid reencontrou o Kashima Antlers na busca por confirmar o favoritismo e garantir a vaga na grande decisão da competição. E depois de um começo de jogo complicado, o galês apareceu para desequilibrar a partida, liderar os espanhóis e marcar os três gols da vitória merengue por 3 a 1.

Cb image default

(Photo by KARIM SAHIB / AFP)

Com o hat-trick, Bale se aproxima de Cristiano Ronaldo na artilharia do torneio. O português é o maior goleador com sete gols, apenas um a mais que o galês. César Delgado, Lionel Messi e Luis Suárez vem na sequência, com cinco tentos cada. Além disso, os únicos a marcarem três gols no Mundial foram Pelé (1962), Suárez (2015) e CR7 (2016).

Destaque também para Marcelo, que foi decisivo para o show de Bale, assistindo o galês em dois dos três gols marcados. Quanto aos outros brasileiros, Casemiro entrou aos 30 minutos do segundo tempo, voltando ao time após mais de um mês no departamento médico, enquanto Vinícius Júnior acabou ficando no banco de reservas durante os 90 minutos.

Com o resultado, o Real avança à final pelo terceiro ano consecutivo e agora irá tentar o tetracampeonato mundial diante do Al Ain, que eliminou o River Plate. A decisão está marcada para este sábado, às 14h30 (de Brasília), no Estádio Sheique Zayed, e se levantar a taça, o time espanhol se tornará o maior vencedor da história da competição, deixando para trás o grande rival Barcelona, com três títulos. Horas antes, às 11h30 (de Brasília), acontece a disputa de terceiro lugar entre River e Kashima.

O jogo

Pressão inicial dos japoneses

Ao contrário do que podia se imaginar, quem começou melhor foi o Kashima. O time japonês não quis saber de favoritismo dos adversários e foi para cima, pressionando os merengues e levando bastante perigo nos primeiro minutos.

Logo com um minuto de bola rolando, Nagaki acionou Serginho, que chutou cruzado, forte com a perna esquerda, e Courtois desviou para fora. No minuto seguinte, sem dar respiro para o Real, o Kashima cobrou escanteio fechado e a bola passou por todos, mas por pouco, Shoji não alcançou a bola.

A equipe japonesa se mantinha firme no campo de ataque, encurralando os espanhóis. Aos poucos, porém, o Real foi se encontrando em campo. Tocando bastante a bola, consegui esfriar a pressão do Kashima e começou a ter mais o controle do jogo, apesar de não assustar muito os asiáticos.

Real equilibra jogo, mas o gol não sai

A partir daí, o Real ficava mais com a bola nos pés, mas a partida esfriou. Muitas trocas de passes de ambos os lados, mas pouca infiltração na área e lances criativos e de perigo. Os dois times usavam e abusavam dos lançamentos longos, que dificilmente surtiam efeito.

O jogo era lá e cá, mas assim como nos primeiros minutos, era o Kashima quem conseguia levar mais perigo, obrigando Courtois a trabalhar. Do outro lado, o Real insistia nas jogadas pelas laterais, mas pecava na finalização e desperdiçava boas chances. Não à toa, levou 26 minutos para chutar ao gol pela primeira vez.

Depois disso, porém, os merengues pareciam ter acordado e passaram a se concentrar mais no campo de ataque, chegando com perigo em mais três oportunidades. Destaque para a atuação de Karim Benzema, que chamava o jogo para si e tentava clarear o ataque blanco.

Bale enfim abre o placar

As jogadas pela esquerda enfim surtiu efeito. Depois de o Kashima desperdiçar uma boa oportunidade em cobrança de falta do brasileiro Léo Silva, o Real não perdoou e conseguiu inaugurar o marcador ainda no primeiro tempo. Aos 44 minutos, depois de linda tabela entre Bale e Marcelo, o galês chutou cruzado no canto esquerdo do goleiro, para balançar as redes pela terceira vez em jogos de semifinal do Mundial (2014, 2017 e agora 2018) .

Real volta melhor e Bale desequilibra

Diferente do primeiro tempo, o Real voltou ligado para a segunda etapa, querendo ampliar a vantagem e encaminhar a vaga para a grande decisão. E foi exatamente o que aconteceu em dois minutos avassaladores da equipe espanhola e de Gareth Bale.

Aos oito minutos, depois de uma vacilada da defesa do Kashima, que deu dois toques errados para trás, o galês disparou em velocidade e conseguiu tocar para o fundo das redes e marcar o segundo dos merengues.

Dois minutos depois, Modric furou e a bola sobrou para Marcelo, que abriu para o Bale chutar forte quase no ângulo do goleirão e anotar o seu terceiro tento do dia. Na sequência, o galês foi substituído e ovacionado pela torcida.

Com o 3 a 0, o Real se soltou de vez em campo. Jogava leve, tranquilo, mas ainda sim queria o quarto gol. E teve chances para tanto, as quais não foram bem aproveitadas.

VAR entra em ação e confirma gol do Kashima

Aos 32 minutos, Endo recebeu nas costas de Marcelo, tocou para trás e Doi apareceu para chutar cruzado. A tecnologia, porém, precisou entrar em ação para confirmar que o brasileiro dava condições e que a posição de Endo era regular, confirmando o tento de honra do Kashima.

FICHA TÉCNICA

KASHIMA ANTLERS-JAP 1 X 3 REAL MADRID

Local: Estádio Sheique Zayed, em Al Ain (Emirados Árabes Unidos)

Data: 19 de dezembro de 2018, quarta-feira

Horário: 14h30 (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo (Brasil) e Bruno Boschilia (Brasil)

Cartões amarelos: Carvajal (Real Madrid), Yamamoto (Kashima Antlers)

GOLS: REAL MADRID: Gareth Bale, aos 44 minutos do primeiro tempo, aos oito e aos dez do segundo tempo; KASHIMA ANTLERS: Doi, aos 32 minutos do segundo tempo

KASHIMA ANTLERS: Sun-Tae Kwoun; Nishi (Anzai), Gen Shoji, Seung-Hyun Jung e Shuto Yanamoto; Léo Silva, Ryota Nagaki (Nagaki), Abe, Yasushi Endo (Leandro); Serginho e Shoma Doi.Técnico: Go Oiwa

REAL MADRID: Courtois; Carvajal, Varane, Sérgio Ramos e Marcelo; Llorente, Isco e Modric; Lucas Vázquez (Isco), Benzema e Bale (Asensio) (Casemiro). Técnico: Santiago Solari

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.