Portal Ivi Hoje 8 Anos Informação a um clique! 20:11

Palmeiras se impõe, goleia Santos no Pacaembu e mantém liderança do Brasileirão

Após início arrasador, Verdão abre dois gols de vantagem no primeiro tempo e completa goleada no fim; time de Felipão chega a 28 jogos sem perder no campeonato

Cb image default

No duelo que valia liderança isolada do Campeonato Brasileiro, ainda que em fase inicial, o Palmeiras respondeu com autoridade às cobranças por um futebol bonito – e logo diante do Santos de Jorge Sampaoli, do jogo envolvente. Neste sábado, no Pacaembu, o "amor pelo balón" foi do Palmeiras, que teve menos posse (39%), mas fez 4 a 0 no rival com autoridade, jogando bem e enchendo os olhos dos mais de 30 mil presentes na partida. Na melhor atuação da equipe sob comando de Felipão, o Verdão fez seus gols com Gustavo Gómez, Deyverson, Raphael Veiga e Hyoran. Vitória fundamental diante de um possível rival direto na luta pelo título. O Palmeiras, agora, ostenta uma invencibilidade de 28 jogos em partidas do Brasileirão.

A vitória leva o Palmeiras aos 13 pontos, agora isolado na liderança do Campeonato Brasileiro – são 12 gols marcados e apenas um sofrido em cinco rodadas. O Santos continua com 10 pontos na tabela e conhece sua primeira derrota na competição.

Cb image default

No quinto duelo entre os técnicos, deu Luiz Felipe Scolari mais uma vez. O técnico do Palmeiras está invicto diante do colega de profissão do Santos: são duas vitórias (a deste sábado e um amistoso Brasil 2 x 1 Chile) e três empates (outros dois Brasil x Chile, um deles na Copa do Mundo de 2014, com vitória brasileira nos pênaltis, e um Palmeiras 0 x 0 Santos no Paulistão).

Deyverson, autor do segundo gol do Palmeiras, o centroavante chegou a cinco na temporada, perdendo apenas para Gustavo Scarpa (com sete) na artilharia da equipe em 2019. Ainda durante o jogo, as redes sociais do clube confirmaram que ele será pai. Deyverson namora a cantora sertaneja Camila Nogueira.

A derrota deste sábado se soma a outra goleada marcante do Santos sob comando de Sampaoli – os 5 a 1 sofridos contra o Ituano, no Campeonato Paulista. O rodízio promovido pelo técnico deixou nomes como Victor Ferraz, Jean Mota e Rodrygo no banco – este último sequer entrou na partida, fato que gera questionamentos ao técnico na primeira derrota do Peixe neste Brasileirão.

O início do Palmeiras foi arrasador, surpreendendo o Santos ao fazer marcação alta, roubar a bola no campo de ataque e fazer jogadas em velocidade. Antes do primeiro minuto, por exemplo, Raphael Veiga já tentou uma finalização de fora da área, indicando o que viria pela frente. Aos cinco minutos, uma falta boba de Carlos Sánchez originou o primeiro gol do Verdão, de Gustavo Gómez – havia suspeita de impedimento, mas o VAR confirmou a validade do lance. Depois, aos 18, nova roubada perto do gol possibilitou que Dudu entrasse livre pela direita e cruzasse para Deyverson fazer o segundo do Palmeiras. Só depois desse início intenso é que o Santos reagiu, tentando ficar mais tempo com a bola (a posse foi de 55%) e esfriando o rival – ainda assim, os primeiros 45 minutos foram todos da equipe de Felipão.

O Palmeiras manteve o ritmo e chegou ao terceiro gol com Raphael Veiga, num lance que define a partida: o palmeirense avançando sozinho no meio-campo, com Alison correndo atrás dele e os três zagueiros do Santos apenas observando. Veiga chutou, viu a bola desviar em Aguilar e comemorou. Sampaoli lançou Jean Mota e Cueva, o Peixe ficou mais tempo com a bola, mas levou perigo a Weverton em apenas dois lances – um chute de Soteldo cara a cara, defendido pelo goleiro, e uma falta de Carlos Sánchez na trave. No fim, Hyoran fechou a goleada em mais um contra-ataque, marca deste Palmeiras de Felipão.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis, às 19h15 (de Brasília), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Santos tem semana livre e só joga no dia 26 (um domingo), às 16h, contra o Internacional, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Brasileirão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.